sábado, 23 de novembro de 2013

segunda-feira, 18 de novembro de 2013

CULINÁRIA ÍNDIABRANCANEGRA

      
    








Fotos da Internet                                       


O Brasil é o país com a população mais miscigenada do planeta. Com espaço para as mais diversas culturas, cores ,gostos e sabores !
A Culinária do Povo brasileiro quanto ao sabor, qualidade, beleza e variedade se utilizou das influências indígena, negra, europeia ,para fazer a base da alimentação no Brasil.Na formação dos pratos típicos devemos ressaltar estes três povos como influenciadores na nossa Culinária.Entre diferentes sabores e aromas, na releitura das receitas dos povos que formam a nação brasileira
Os índios se alimentavam da mandioca, das frutas, dos peixes e das carnes de caça ,ervas e o prato afro-indígena mais conhecido é o caruru... Com a chegada dos colonizadores portugueses, o pão, o queijo, o arroz, os doces e os vinhos galinhas e os ovos, aos poucos incluídas nas receitas afro-brasileiras, como o vatapá e o xinxim .
A cozinha negra, pequena mas forte, fez valer os seus temperos, os verdes, a sua maneira de cozinhar. Modificou os pratos portugueses, substituindo ingredientes; fez a mesma coisa com os pratos da terra; e finalmente criou a cozinha brasileira, descobrindo o chuchu com camarão, ensinando a fazer pratos com camarão seco e a usar as panelas de barro e a colher de pau
Pratos tipicamente brasileiros como a feijoada fruto da adaptação do negro as condições adversas da escravidão que com sobras de carnes juntamente com a sabedoria da culinária africana, já que vários foram os povos africanos que foram trazidos ao Brasil, daí vários conhecimentos culinários, adaptaram-se aquela situação resultando num dos pratos típicos mais apreciados em todo o País. Na Culinária Africana não podemos deixar de mencionar a utilização de frutos do mar, como parte da alimentação.

Fonte:
http://www.gazetadigital.com.br
http://www2.tvcultura.com.br/aloescola/estudosbrasileiros/casagrande
Vejam alguns exemplos da culinária brasileira.

BATATA DOCE FRITA

Ingredientes
batata doce
sal
óleo de milho para fritar

ABARÁ

Bolinho de origem afro-brasileira feito com massa de feijão-fradinho temperada com pimenta, sal, cebola e azeite-de-dendê, algumas vezes com camarão seco, inteiro ou moído e misturado à massa, que é embrulhada em folha de bananeira e cozida em água. (No candomblé, é comida-de-santo, oferecida a Iansã, Obá e Ibeji).

Ingredientes:
500grs de feijão fradinho
6 folhas médias de bananeira cortadas em pedaços de 10 x 20cm
2 cebolas grandes cortadas em pedaços
250grs de camarão seco defumado, sem casca
1 colher (chá) de gengibre ralado
3/4 xícara (chá) de azeite de dendê
Para o Molho:
1 xícara (chá) de camarão seco defumado, sem cabeça e sem rabo
1 cebola grande picada
3 colheres (sopa) de azeite de dendê

Modo de Preparo:

Passe o feijão fradinho pelo processador ou pelo liquidificador até ficar bem quebrado.
Coloque de molho na água de um dia para o outro.
Retire as cascas que subirem à superfície.
Passe em água corrente e escorra.
Reserve.
Cozinhe a folha de bananeira no vapor por 4 minutos ou até começar a murchar.
Bata o feijão, a cebola, o camarão e o gengibre, no processador, até ficar uma massa homogênea.
Junte o azeite de dendê e misture bem.
Enxugue bem as folhas e em cada uma coloque uma colher da mistura preparada.
Em uma das pontas, sobreponha um lado da folha sobre o outro.
Dobre as laterais para o centro, como uma flecha. Dobre para baixo.
Repita a operação com a outra extremidade.
Cozinhe os abarás no vapor por 30 minutos ou até aumentar de tamanho.
Prepare o recheio: Passe o camarão no processador.
Frite a cebola no azeite de dendê até murchar.
Junte o camarão e refogue por 10 minutos, em fogo baixo.
Se secar, junte um pouco de água.
Sirva o abará quente ou frio na própria folha de bananeira.
Cada pessoa corta o abará ao meio e coloca um pouco do recheio.

QUIBEBE

Prato típico do Nordeste, de origem africana, feito de carne-de-sol ou com charque, refogado e cozido com abóbora. Tem a consistência de uma papa grossa e pode ser temperado com azeite-de-dendê e cheiro verde.

Ingredientes:
Abóbora cortada em pedaços (bem madura, sem as cascas, miolo e sementes)
Óleo
Cebola batidinha
Sal a gosto
Pimenta do reino a gosto
Pitada de açúcar
Cheiro verde picadinho a gosto
Alho amassado

Modo de Preparo:
1.Em óleo quente, frite um pouco a cebola, o alho, acrescente a abóbora, refogando bem.
2.Tampe a panela e leve para cozinhar em fogo brando.
3.Use o mínimo de água, pois a abóbora solta muita água.
4.Estando bem cozida, amasse-a ligeiramente com uma colher de pau ou com uma escumadeira, tempere-a com o sal, pimenta e uma colherinha de café, de açúcar.
5.O quibebe deve ficar bem cozido, mas sem caldo.
6.O cheiro verde picadinho, deve ser colocado quando o quibebe estiver pronto.
7.É um bom acompanhamento para carne, frango, peixe.

PANELADA CEARENSE
Ingredientes:

2 colheres de sopa de azeite
2 cebolas picadas
6 dentes de alho amassados
1 pimentão picado
2 tomates picados
2 folhas de louro
1\2 kg de bucho de boi (livro, dobradinha, casinha de abelha)
1\2 kg de tripa de boi
1 pata de boi em pedaços
Sal
Pimenta do reino
Colorau a gosto
200 g de lingüiça calabresa ou paio
Cheiro verde picado
Pimenta de cheiro a gosto

Modo de Preparo:
Corte o bucho em pedaços, a pata e as tripas em anéis de dois dedos de largura.
Lave bem e tempere com um pouco de sal.
Leve ao fogo numa panela com água e folhas de louro e cozinhe até começar a amolecer.
Apague o fogo, deixe esfriar e retire a gordura que se acumula por cima do caldo, desprezando todo o liquido do cozimento.
Tempere então com a metade do alho, o sal, a pimenta-do-reino e o colorau.
Numa panela, aqueça o azeite e doure as cebolas.
Coloque o restante do alho, o pimentão e depois os tomates.
Acrescente a lingüiça calabresa em rodelas e água o suficiente para cozinhar.
Misture o cheiro-verde e sirva.http://receitasdaculinariaregional.blogspot.com.br
FAROFA DE CUSCUZ





Foto da Internet
Ingredientes:

1 pacote(s) de farinha de milho amarela em flocos
1 cebola em cubos pequenos
1  pimentão vermelho em cubos pequenos
Tomate em cubos pequenos
Salsinha em cubos pequenos
Pimenta de cheiro picada
Azeitona verde
 Modo de preparo:

Refogue a cebola na manteiga quando estiver murcha acrescente os outros temperos (menos as folhas).
Acrescente o cuscuz já pronto, esfarelando com o auxilio de um garfo ao refogado acima na mesma panela que foi feito o refogado.
Adicione as folhas picadas e decore com ramos de salsinha ou azeitonas
ARROZ MARROQUINO

Ingredientes
1 xícara de arroz agulhinha
1/2 colher (chá) de sal
1 1/2 colher (chá) de açafrão-da-terra
3 colheres (chá) de açúcar
1/2 colher (chá) de canela
1/2 xícara de uvas-passas escuras
1 colher (sopa) de manteiga
2 1/2 xícara (360 ml) de água
Rende: 4 porções

Modo de Preparo
Preparo:5mins Cozimento: 30mins .Pronto em:35mins.
Coloque todos os ingredientes em um a panela e leve ao fogo para ferver. Assim que ferver, tampe a panela, reduza a chama do fogão e cozinhe por 20 a 30 minutos, ou até toda a água ser absorvida. Solte o arroz com um garfo e sirva quente.

CUSCUZ MARROQUINO COM LEGUMES

Ingredientes
2 abobrinhas cortadas em fatias grossas
1 berinjela cortada em pedaços
1 pimentão vermelho cortado em pedaços
4 tomates cortados ao meio
2 cebolas roxas cortadas em pedaços
2 cenouras cortadas em pedaços
4 dentes de alho descascados
2 colheres (sopa) de azeite
300 g de cuscuz marroquino 500 ml de água fervente
25 g de manteiga
2 colheres (sopa) de salsinha picada
Sal e pimenta-do-reino a gosto

Modo De Preparo
Preparo:1hora10mins Pronto em:1hora10mins
1.Preaqueça o forno em temperatura alta (200ºC).
2.Coloque os legumes e o alho numa assadeira grande. Regue com azeite, tempere com sal e pimenta e leve ao forno. Asse por 40-50 minutos ou até os legumes ficarem macios, virando ocasionalmente.
3.Enquanto isso, deixe o cuscuz de molho em 500 ml de água fervente, em um refratário que possa ir ao forno, por 5 minutos.
4.Cubra bem com papel alumínio e leve ao forno junto com os legumes nos últimos 15 minutos, para manter aquecido.
5.Retire tudo do forno, misture a manteiga, a salsinha, sal e pimenta com o cuscuz e sirva-o numa travessa com os legumes assados. Se desejado, sirva com harissa ou molho de pimenta.

No desenvolvimento da culinária brasileira, os tropeiros contribuíram muito. Eles transportavam produtos, levavam noticias e novidades para o interior. O alimento dos tropeiros tinha que ser algo fácil de transportar, rápido para preparar e ao mesmo tempo forte para sustentar. Por isso, usavam comidas feitas à base de farinha, prioritariamente. Na bagagem, não podiam faltar feijão, farinha e carnes conservadas em gorduras de porco. Assim, surge comidas como o feijão tropeiro.

FEIJÃO TROPEIRO
 Ingredientes
1 pedaço de toucinho
1 xícara (chá) de cebolinha verde picada
3 dentes de alho amassados e socados com sal
1 cebola cortada em rodelas
Couve rasgada e aferventada
3 xícaras (chá) de feijão cozido
Torresmos
Farinha de mandioca

Modo de Preparo
Na gordura do toucinho, refogue a cebolinha verde, o alho e a cebola. Junte a couve e misture bem. Acrescente o feijão (sem caldo) e os torresmos, mexa com farinha de mandioca e sirva.

Polenta Tradicional

 Ingredientes
1/2 kg de fubá
2 litros de água
Sal
 
Modo de preparo
Desmanche o fubá na água fria, mexendo com uma colher de pau. Acrescente sal a gosto. Leve ao fogo mexendo sempre. Quando a massa começar a grudar no fundo da panela, abaixe o fogo e continue mexendo até ficar com a consistência de pudim. Coloque a massa em uma travessa, deixe esfriar um pouco e desenforme num prato para servir. Sirva com molho vermelho de sua preferência.
Fonte:Culinária_Veríssimo.doc

MANDIOCA FRITA
 Ingredientes
1 kg de mandioca
Água
Sal
5 colheres de farinha de trigo
2 copos de leite
2 ovos
Farinha de rosca o suficiente para empanar
Óleo para fritar
 
Modo de preparo
Lave a mandioca, retirando toda a terra da casca. Corte em pedaços grandes e descasque. Lave novamente e deixe de molho por 15 minutos em água fria. Escorra e cozinhe em água e sal, deixando a panela destampada. Cozinhe por 15 ou 20 minutos sem deixar amolecer demais. Escorra muito bem, depois corte em palitos grossos, retirando os fios centrais. Passe na farinha de trigo. Bata os ovos com o leite e passe novamente na farinha de rosca. Óleo quente para fritar. Frite os pedaços em panela funda, em óleo bem quente. Polvilhe com sal antes de servir.

CUSCUZ
Ingredientes

3 ovos cozidos
200 g de lingüiça calabresa
1 paio pequeno
1 lata de milho verde
1 lata de ervilha
3 tomates batidos no liquidificador
Cheiro-verde
Pimenta-do-reino
1 caldo de carne
2 cenouras raladas em ralo grosso
1 litro de água
1 copo de farinha de mandioca
2 copos de farinha de milho
1 lata de palmito, azeitonas preta e verde picadas
Azeite
1/2 cebola
2 dentes de alho
 
Modo de preparo
Em uma panela, coloque azeite e refogue cebola 1/2 e 2 dentes de alho. Vá acrescentando a lingüiça calabresa, o paio, o milho verde, a ervilha, as cenouras, o palmito, as azeitonas. Acrescente o caldo de carne dissolvido em um pouquinho de água e os tomates batidos. Acrescente a água. Deixe ferver por alguns minutos, acrescente os ovos cozidos. Coloque a farinha de mandioca e por último acrescente a farinha de milho. Ainda quente, coloque em uma forma que já deve estar com os enfeites (palmito, tomate, azeitona, etc.). Desenforme morno.
Fonte:Culinária_Veríssimo.doc


CALDO DE CARNE COM OVO
Ingredientes
300 gramas de carne moída
2 dentes de alho pisados com sal e tempeiro seco (Corante, pimenta-do-reino, sal)
3 copos americanos de Farinha
sal agosto e opcional sazón
2 pimentinhas de cheiro
1 Cheiro-verde
1 tomate
1 cebola
4 ovos


Modo de Fazer


Pise o alho com os temperos secos. Corte o tomate, cebola, cheiro-verde e pimentinhas em cubos pequenos. Refogue o alho, os temperos cortados, em seguida a carne moída sempre batendo até que mude totalmente de cor. Acrescente 2 copos de água e deixe ferver. Após ferver vá acrescentando mais água aos pouquinhos até que a panela encha, ou fique do tanto desejado. Enquanto ferve, molhe a farinha em um recipiente até que a água passe um pouco do nivel da farinha, deixe inchar. Quando ferver acrescente a farinha aos poucos sem parar de mexer. Mexa até que engrosse, assim que cozinhar acrescente o sal, sazón e os ovos quebrando um a um. Espere que os ovos cozinhem (aproximadamente 5 minutos) e mexa mais uma vez, espere mais uns 5 minutos e estará pronto.


COSTELETA DE PORCO AO FORNO
Ingredientes

1 kg de costeletas de porco
1 colher (sopa) de manteiga
1 dente de alho
3 ramos de alecrim
3 colheres (sopa) de suco de limão
Sal
Pimenta-do-reino
Óleo

Modo de preparo

Tempere o pedaço de costeleta com o alecrim, passe sal, alho espremido, pimenta-do-reino e suco de limão. Deixe descansar por 30 minutos. Leve ao forno quente com um pouco de óleo e pedacinhos de manteiga por 1 hora e 30 minutos. De vez em quando regue com o molho que se forma no fundo da assadeira.

PAÇOCA
Prato típico da culinária brasileira, preparado com carne-seca desfiada socada com um pilão, misturando-se farinha de mandioca até que se tranforme em uma mistura uniforme.

PAÇOCA DE LIQUIDIFICADOR

Ingredientes
Carne de sol bem seca 1 kg e meio
manteiga
cebolinha
pimenta do reino
farinha

Modo de Preparo

Corte a carne em pedaços pequenos e leve ao fogo com água para ferver por aproximadamente 10 a 15 minutos e depois escorra a água (Se achar que está muito salgada, troque a água e ferva novamente ).Picotar 2 cebolas em um prato separado.Cortar a carne de sol em pequenos pedaços.Ponha 3 colheres de manteiga em uma vasilha em fogo alto em seguida ponha a cebola e deixe dourar bem quando estiver no ponto coloque a carne de sol em pedaços deixe fritar até ficar bem seca.Quando estiver no ponto tire da panela e ponha no liquidificador. ligue o potencia maxima balance para misturar a carne que vai ficar tipo um pó. com a manteiga que ficou na panela ponha mais cebola e deixe dourar em seguida ponha farinha e misture bem em seguida ponha a a carne do liquidificador e misture novamente. ponto está feita a a paçoca de liquidificado


PAÇOCA DE CARNE SECA
1 Quilo de Carne seca ou charque
4 Colheres de margarina
2 Dentes de Alho picados
2 Cebolas médica picada
4 xícaras de chá de Farinha de Mandioca

Modo de Preparo

01- Coloque a carne seca numa tigela e cubra com água. Deixe de molho de um dia para o outro. Troque a água de vez em quando para retirar o excesso de sal.

02- Escorra a água e corte a carne em pedaços pequenos. Coloque numa panela de pressão e junte 2 xícaras de chá de água. Tampe a panela e cozinhe por 15 minutos, após o início da fervura.

03 -Escorra a água de cozimento e junte a margarina, o alho e a cebola. Frite até que a carne fique bem torradinha.

04 -Misture a farinha e bata em pequenas porções no liquidificador (na posição pulsar) até que forme uma farofa úmida ou soque essa mistura no pilão.

PAÇOCA DE CARNE

 

 

 


 Foto da Internet


Ingredientes:
-1 kg de carne de sol cortado em pedaços pequenos
-½ xícara (chá) de manteiga
-3 cebolas grandes cortadas em pedaços
-2 xícara (chá) de farinha de mandioca torrada
Preparo:
Na véspera limpe a carne de sol,retirnado a pele e a gordura em excesso,coloque de molho em um refratário coberto com água. No outro dia,escorra e reserve. Numa frigideira grande, aqueça a manteiga e o óleo,acrescente a carne e a cebola e deixe fritar, mexendo de vez em quando,até ficarem dourados e quase secos. Retire do fogo e espere esfriar um pouco. Soque a carne e a farinha no pilão ( pode ser preparada no liquidificador ou no processador),acrescente um pouco de cada vez. Soque até obter uma farofa. Tempere gosto.
http://www.saboresdematogrosso.com.br

GALINHADA

Ingredientes
800 g de sobrecoxa de frango sem pele e sem osso (picada em 6 pedaços cada)
Sal a gosto
Suco de limão
2 dentes de alho socados
Temperos diversos (pimenta-do-reino branca, louro, gengibre, noz-moscada) em pó
Azeite de oliva para fritar
1 colher (sopa rasa) de açúcar mascavo (de preferência)
2 xícaras (chá) de arroz lavado e escorrido
2 xícaras (chá) de cenoura cortada em cubos
2 xícaras (chá) de ervilhas frescas
2 xícaras (chá) de cebola miúda (ou fatiada)
2 xícaras (chá) de tomate cortado em cubos (sem pele e sem sementes)
1 colher (café) de açafrão (ou colorau)
1,5 litro de água
1 tablete de caldo de galinha

Para decorar
1/2 xícara (chá) de salsinha picada
15 ovos de codorna cozidos partidos ao meio

Modo de Preparo
Tempere as sobrecoxas com sal, limão, alho, os temperos e deixe descansar por 30 minutos. Frite as sobrecoxas, deixando-as bem douradas. Leve a carne do frango para uma panela de ferro e forre o fundo, para formar a primeira camada. Alterne as camadas, pela ordem abaixo:

Colorau
Arroz
Cenoura
Ervilha
Cebola
Tomate
Não misture. À parte, ferva a água e dissolva o caldo de galinha. Coloque a água até atingir 1 ou 2 dedos acima das camadas montadas. Leve ao fogo médio por mais ou menos 15 minutos e acerte o sal.
Obs.: não deixar secar totalmente. Sirva na própria panela, decorando com folhas de salsinha e ovos de codorna partidos ao meio.

Polenta Frita

 Ingredientes
1 litro de água
1/2 kg de fubá
Sal
ANGU COM MOLHO DE CARNE MOÍDA
Óleo
Caldo de carne
 
Modo de Preparo
Faça a polenta e, quando estiver pronta para se tirar do fogo. Depois de fria, é só fritar.
Fonte:Culinária_Veríssimo.doc

Ingredientes

Angu
1 1/2 litro de água
3 tabletes de caldo de carne
1 1/2 xícara de fubá

Molho De Carne Moída

1/2 kg de carne moída
5 colheres (sopa) de óleo
1 dente de alho socado
2 cebolas médias picadinhas
1 pimentão verde picadinho
Sal e pimenta-do-reino a gosto
Cheiro-verde picadinho o necessário
1 lata pequena de extrato de tomate
Modo de preparo

Angu
Numa panela de pressão, coloque 1 litro de água para ferver. Depois da água quente, dissolva os caldos de carne. Peque o restante da água, junte o fubá e misture bem. Despeje esta mistura sobre a água fervente e mexa até começar a borbulhar. Tampe a panela de pressão e deixe cozinhar por 20 minutos em fogo baixo. Passado este tempo o angu esta pronto.

Molho de Carne Moída

Refogue a carne no óleo com o alho, o sal e a cebola. Quando começar a corar junte o pimentão e 1 xícara (chá) de água. Abaixe o fogo e adicione o extrato de tomate. Junte o sal e a pimenta-do-reino. Prove os temperos e deixe cozinhar até engrossar o molho. Prepare uma receita de angu e coloque no centro de uma travessa. Despeje por cima o molho de carne moída. Polvilhe com queijo parmesão ralado e sirva acompanhado de arroz branco.

FEIJOADA CARIOCA

Ingredientes:


250g de costela de porco salgada
200g de rabo de porco salgado
200g de orelha de porco salgado
250g de pé de porco salgado
250g de lombo de porco salgado
350g de carne seca
200g de carne fresca de peito bovino
250g de língua defumada
200g de linguiça calabresa
200g de paio
1 1/4 xícara (chá) de feijão preto
1 maço de coentro
1 maço de cebolinha
5 folhas de louro
1/4 xícara (chá) de cachaça
1 laranja com casca cortada em 4 partes
400g de banha de porco
200g de toucinho fresco cortado em cubinhos
4 dente de alho picados
1 cebola média picada

Couve

1/4 xícara (chá) de azeite
4 dentes de alho picados
2 xícaras (chá) de couve picada
Sal a gosto

Farofa

1/2 xícara (chá) de azeite
1 cebola picada
3 dentes de alho
2 xícaras (chá) de farinha de mandioca crua
Sal a gosto

Modo de Preparo:

De véspera, coloque as carnes salgadas de molho.
Deixe na geladeira e troque a água a cada 3 horas.
Em um caldeirão, coloque o feijão, as carnes, o coentro e a cebolinha amarrados juntos, o louro, a cachaça e a laranja.
Cubra com água e leve ao fogo para cozinhar.
Quando as carnes ficarem macias (cada uma tem um ponto diferente, teste com o garfo), retire e corte em pedaços.
Reserve.
Quando o feijão estiver bem cozido, tire duas conchas bem secas do feijão, coloque num prato e amasse com um garfo.
Retorne a metade à panela para engrossar o caldo e misture.
Em uma frigideira, aqueça a banha  e torre bem o toucinho.
Retire e, na mesma gordura, frite o alho, a cebola e, quando estiverem dourados, junte a outra metade do feijão amassado.
Misture e despeje na panela do feijão.

Couve

Em uma frigideira, aqueça o azeite e frite o alho.
Refogue a couve rapidamente, acerte o sal e reserve.

Farofa

Na frigideira do toucinho, aqueça o azeite e refogue a cebola e o alho.
Junte a farinha aos poucos
Deixei cozinhar sem parar de mexer até a farinha ficar dourada

FEIJOADA A MINEIRA
Imagem da Internet

Ingredientes

1 litro de feijão preto
2 pés de porco
2 orelhas de porco
1 rabo de porco
2 paios cortados em rodelas
2 lingüiças cortadas em rodelas
300 g de carne seca em cubos
300 g de costelinha de porco cortada em pedaços
100 g de couve picada
pimenta, alho, sal, cebola e cebolinha a gosto

Modo de Preparo

Faça uma receita de feijão, acrescentando os demais ingredientes à água do cozimento. Cozinhe até que todos os ingredientes fiquem macios e o feijão cozido.
Sirva com arroz branco e farinha de mandioca.
Fonte:Culinária_Veríssimo.doc

QUIABO FRITO
Ingredientes

½ kg de quiabo
sal
óleo

Modo de Preparo

Pique o quiabo em rodelas bem finas. Coloque óleo numa frigideira apenas até cobrir o fundo. Coloque o quiabo sal e a gosto. Vá mexendo sempre até ele ficar bem sequinho e douradinho.
Uma boa pedida é servir com milho refogado.

Milho Refogado

Ingredientes

5 espigas de milho verde picado
sal
óleo
½ xícara de água

Modo de Preparo
Coloque o milho verde picado numa frigideira, apenas com fundo coberto de óleo, e sal a gosto. Mexa o milho um pouco e coloque água. Deixe até secar a água. Depois vá mexendo bem até o milho ficar bem douradinho.
Sirva com arroz branco.

ALMÔNDEGAS

Ingredientes

1 kg de carne moída
2 pães molhados ao leite e espremidos
cebola, alho, sal, pimenta do reino, cheiro verde
4 ovos batidos
2 colheres (sopa) de farinha de trigo
1 colher de fermento em pó.

Modo de Fazer

Misture todos os ingredientes bem, com as mãos e forme almôndegas. Frite, passe para travessa ou vasilha de alumínio.


BOLINHO DE ARROZ

Ingredientes

04 xícaras (chá) de arroz (sobras)
04 ovos inteiros
04 colheres (sopa) de farinha de trigo
04 colheres (sopa) de queijo tipo minas, ralado grosso
02 xícaras (chá) de cheiro-verde
02 xícaras (chá) de leite
sal a gosto.

Modo de Preparo

Bata no liqüidificador, os ovos, o leite, o arroz, a pimenta-do-reino e o sal. Coloque em uma vasilha e misture bem com as mãos, adicionando o queijo, o trigo e o cheiro-verde. Faça uma massa não muito dura. Frite em óleo quente, colocando colheradas da massa.

FRANGO ENSOPADO

Ingredientes

1 cebola média
cheiro verde
1 frango
3 colheres (sopa) de banha

Modo de Preparo
Limpar o frango e partir em pedaços pelas juntas. Esquentar bem a gordura e, a seguir, fritar o frango até dourar. Juntar os temperos. Adicionar água fervendo que dê para cozinhar o frango deixando um pouco de molho.

Fonte:culinaria_verissimo.doc

Risoto de Camarão

Ingredientes
Para o refogado de camarões:
½ cebola
1 dente de alho
2 colheres de sopa de azeite
salsinha picada
120 g de ervilhas verdes frescas ou congeladas
150 g de tomate
750 g de camarões médios
50 g de azeitonas verdes ou pretas descaroçadas
2 ovos cozidos

Para o Risoto:
½ cebola
350 g de arroz
1 dente de alho• 700 ml de caldo de camarão fervendo, aproximadamente

Modo de Fazer
Preparo do caldo de camarões:
1.Limpar os camarões retirando a cabeça, a casca e o fio preto das costas.
2.Fritar bem as cascas no azeite ou na manteiga, juntar 800 ml de água e deixar ferver por 10 minutos. Pode-se juntar cabeças de peixe e temperos a gosto.Coar o caldo e reservar para cozinhar o risoto.
Preparo do refogado de camarões:
1.Refogar a cebola picada e o alho amassado no azeite.
2.Colocar o tomate sem pele cortado em cubinhos, a salsinha picada e deixar cozinhar por alguns minutos.
3.Acrescentar os camarões crus e as ervilhas cozidas, e deixar cozinhar por alguns minutos.
4.Apagar o fogo e juntar as azeitonas e os ovos cozidos picados.
Preparo do risoto:
1.Lavar o arroz até a água ficar transparente.
2.Em uma panela grande refogar a cebola e o alho bem picados no óleo.
3.Juntar o arroz lavado e escorrido ao refogado, salgar e refogar por um minuto.
4.Acrescentar quase todo o caldo de peixe fervendo e deixar cozinhar até ficar quase pronto. Acrescentar mais caldo se necessário.
5.Por último colocar o refogado de camarões e mexer delicadamente.
6.Apagar o fogo, deixar descansar tampado por alguns minutos e servir bem quente.
Rendimento: 4 porções.

TAPIOCA
Ingredientes:
1/2 kg de polvilho doce
2 copos (americanos) de água.
1 pitada de sal
O passo-a-passo:
Coloque o polvilho doce (ou fécula) em uma bacia e vá acrescentando a água aos poucos. O segredo é misturar bem (com as mãos) para que ela fique úmida por igual. A pitada de sal eu coloco no primeiro copo de água.
Depois disso (pasmem!) é só passar na peneira e fazer sua tapioca.
Imagem da Internet
Fazendo a tapioca:
Coloque a frigideira no fogo alto, espere ela esquentar e baixe o fogo. Com as mãos mesmo, pegue um pouco da tapioca e vá jogando dentro da frigideira. Você pode jogar no meio e ir distribuindo para os lados, por exemplo. Use uma colher para fazer isso ou continue com a mão, mas cuidado pra não se queimar.
O tempo pra virar é importante: se virar logo pode esfarelar tudo e se demorar pode ficar dura demais e até queimar… isso não é legal. Como ela não gruda, você pode perceber quando é a hora com uma colher ou espátula. Virou! Espere menos tempo dessa vez e pode colocar no prato, rechear com o que quiser e saborear.
Os recheios ficam a seu gosto. Fica delicioso com queijo ou com leite condensado e coco. Eu prefiro só com manteiga mesmo.
E outra, coma enquanto estiver quentinho. É mais gostoso. Quando esfria, esfarela e o sabor é outro… ruim!
Dica:
Passe toda massa na peneira - ela fica leve, com um aspecto de granulado – Se sobrar guarde em um recipiente de plástico tampado na geladeira.


DOCES BRASILEIROS

COCADA

A "cocada" chegou ao Brasil como um prato ritual - "comida dos orixás" - do candomblé, religião trazida da África pelos "iorubás", o grupo étnico africano que mais contribuiu ao processo de integração. (Fonte: "Baianas do acarajé: uma história de resistência", Carolina Cantarino, Revista Sabores do Brasil n° 13, Ministério das Relações Exteriores do Brasil)
Ingredientes
300 g de coco fresco
200 g de açúcar
100 g de leite condensado

Para a "cocada" sem leite:
500 g de coco ralado fresco
400 g de açúcar
300 g de coco fresco
200 g de açúcar
100 g de leite condensado
Para a "cocada" sem leite:
500 g de coco ralado fresco
400 g de açúcar

1.Abrir o coco e ralar.Preparamos metade da receita da "cocada branca" com o coco sem a pele e metade com a pele, mas tem pouca diferença..
2.Colocar todos os ingredientes em uma panela de fundo grosso e cozinhar em fogo médio sem parar de mexer com uma colher de pau, até a massa soltar da panela. Demora cerca de 10 minutos. 3.Fazer as cocadas (quenelles) com o auxilio de 2 colheres, e colocar numa superfície forrada com papel manteiga.
4.Deixar "secar" ao ar livre ou ao sol.
5.Conservar em temperatura ambiente.
Nota: para fazer a "cocada preta" precisa deixar o açúcar começar a caramelizar antes de iniciar a mexer com a colher de pau.
Rendimento: 10 cocadas.

Arroz Doce
arroz doce” é um doce caseiro de origem portuguesa muito conhecido. É muito gostoso,barato e fácil de preparar.Lanche que fez a nossa infância mais doce....

Ingredientes
180 g de arroz curto(mais barato)
400 ml de água
150 g de açúcar
600 ml de leite, aproximadamente
2 paus de canela
3 pedaços de casca de limão
Modo de Fazer
1.Lavar o arroz e cozinhar em fogo médio até que a água tenha sido completamente absorvida.
2.Juntar o leite, o açúcar, a canela e as cascas de limão. Colocando um pouco mais de leite o doce fica mais cremoso.
3.Cozinhar em fogo baixo mexendo frequentemente para que não grude no fundo da panela, até o arroz ficar bem macio e cremoso.
4.Retirar os pedaços de canela e as cascas de limão e colocar o doce numa travessa, numa compoteira ou em taças individuais.
5.Polvilhar canela em pó. Pode ser comido morno ou frio, e deve ser conservado na geladeira.
Rendimento: 4 - 6 pessoas.

Cuscuz Doce
Origem:

O cuscuz de tapioca é um prato originário da culinária africana com ingredientes brasileiros de origem indígena  Também é conhecido como cuscuz branco ou ainda, pudim de tapioca. É um preparado a partir da fécula da mandioca, conhecida como tapioca. Pode ser doce ou salgado. Na maioria das receitas de preparo do cuscuz de tapioca doce se acrescenta coco ralado, açúcar, água ou leite. Os índios não tinham acesso ao açúcar e nem ao leite por exemplo, ambos trazidos pelos europeus. Já as africanas eram as principais responsáveis pela administração alimentar da sociedade, ou seja, das mãos delas saia quase tudo o que era consumido na capela clerical, na casa grande, etc. Ao ter acesso a mais recursos alimentares que os nativos, as mesmas acabavam por misturar tudo e criar receitas novas com os ingredientes ameríndios e europeus.
Fonte:Culinária_Veríssimo.doc

Cuscuz Doce

Ingredientes

500 g.de tapioca
1 pitada de sal
2 xícaras de açúcar peneirado
800 ml de água
300 ml de leite
200 ml (1 garrafa)de leite de coco
300 g de coco fresco ralado
100 g de coco fresco ralado para enfeitar (opcional)
1 lata de leite condensado (opcional)
Modo de preparo
Prep: 45 min | Cozimento:20 min | Tempo adicional:4 horas, na geladeira

Coloque a tapioca, o sal e o açúcar numa tigela. Misture bem. Ferva a água junto com o leite e o leite de coco. Após ferver, jogue sobre a tapioca. Mexa bem com uma colher de pau. Tampa a tigela com um pano de prato. Espere esfriar um pouco e acrescente o coco fresco. Mexa bem, o cuscuz deve ficar como um mingau bem grosso.

Ponha o cuscuz em uma forma ou tigela de vidro, aperte-o com uma colher para não deixar espaço na forma. Jogue o restante do coco sobre o cuscuz (opcional). Cubra a foma e deixe o cuscuz na geladeira por aproximadamente 4 horas, ele deve endurecer nesse tempo. Regue o cuscuz com o leite condensado. Sirva.

Dica:
Para o cuscuz ficar menos consistente, mais mole, ponha menos leite e mais água.

DOCE DE ABACAXI

Ingredientes
1 abacaxi
½ kg de açúcar
canela e cravo a gosto

Modo de Preparo
Descascar o abacaxi e picá-lo em pedaços pequenos. Cozinhar o abacaxi com o açúcar e até um pouco de água até ficar bem macio, e colocar cravo e canela. Deixar por mais um pouco antes de retirar do fogo. Fonte:Culinária_Veríssimo.doc
DOCE DE CIDRA

Ingredientes
1 ½ kg de açúcar
canela e cravo a gosto
1 kg de cidra.

Modo de Fazer:
Ralar a cidra, colocando a massa num saco de pano para lavar até sair o amargo. Fazer a calda do açúcar. Juntar a cidra e levar ao fogo, mexendo sempre até aparecer o fundo da panela. Adicionar então a canela e o cravo.

DOCE DE MANGA

Ingredientes
1 kg de açúcar
1 dúzia de mangas quase maduras.

Modo de Fazer:
Cozinha as mangas inteiras em água. Deixe esfriar e passe-as numa peneira fina para tirar a polpa. Leve ao fogo com o açúcar, e vá mexendo sem parar para grudr no fundo.

Doce de Laranja da Terra
Ingredientes
2 kg de açúcar
1 dúzia de laranjas maduras.

Modo de Fazer::

Raspar a casca dos frutos com ralo de leve. Cortar a parte inferior em cruz. Retirar os gomos, aproveitando apenas as cascas. Colocá-las num tacho com bastante água e cozinhar em fogo forte. Deixar esfriar. Passar as cascas para uma vasilha d'água, trocando a água duas vezes por dia. Escorrer bem as cascas numa peneira. Fazer uma calda rala de açúcar (usar metade do açúcar pedido), adicionar as cascas e levar ao fogo deixando ferver por meia hora. Tirar do fogo. Repetir a operação de fervura na calda dois dias consecutivos, meia hora cada dia.
Para cristalizar: retirar as cascas da calda mais rala, engrossar bem esta, passar as cascas na calda bem grossa, transferi-las para tabuleiro e deixar secar.

DOCE DE BANANA EM CALDA

(Rende cerca de 500ml)
Ingredientes:
- 01 quilo de banana prata cortada em rodelinhas;
- 500 g de açúcar (usei o cristal branco);
- Canela em pau (usei 03) – opcional;
- 03 xicaras de água
Como fazer:
Coloque numa panela bem grande a água e o açúcar em fogo baixo, mexa de vez em quando, até ferver e derreter todo o açúcar. Adicione as bananas em rodelas e a canela em pau (se quiser) e leve a fogo baixo por cerca de 40 minutos (em média). Vá mexendo de vez em quando, mas é muito importante deixar a panela boa parte do tempo tampada. Para saber se o doce está pronto, basta provar uma rodelinha de banana depois do tempo de cozimento, se ela estiver cozida, está pronto
Deixe meio tampada a panela até que o doce esfrie. A Lourdes me recomendou que devemos mexer a panela só de vez em quando e não o tempo todo porque senão vai desmanchar as rodelinhas da banana e é muito importante que a panela fique tampada para que o doce fique escurinho e não pálido! O docinho da minha infância ficava um pouco mais escuro e vermelho que o meu, mas fiquei feliz porque eu nunca havia feito este doce e ele ficou escurinho e delicioso! Esse docinho é bom de qualquer jeito: quente ou geladinho. Recomendo espera esfriar totalmente antes de colocar o doce num potinho e guardar na geladeira.


DOCE DE MAMÃO VERDE PICADO

Ingredientes
2 mamões verdes
1 kg de açúcar cristal
4 xícaras de água
cravo e canela (em rama) a gosto

Modo de preparo
Lave o mamão, descasque, corte em fatias e retire as sementes. Corte em cubinhos. Leve ao fogo em água, açúcar, cravo e canela em rama.

DOCE DE MAMÃO VERDE RALADO
Ingredientes
2 mamões verdes
1 kg de açúcar cristal
2 xícaras de água
cravo e canela (em pó) a gosto

Modo de preparo
Lave o mamão, descasque, corte em fatias e retire as sementes. Rale o mamão. Leve ao fogo em água, açúcar, cravo e canela em pó.
Sirva com doce de leite cremos

GOIABADA CASCÃO

Ingredientes
10 goiabas vermelhas (cerca de 2 kg)
4 xícaras de açúcar cristal
3 xícaras de água

Modo de Fazer:
Descasque as goiabas, corte ao meio e retire as sementes. Numa panela grande, misture o açúcar cristal com a água. Leve ao fogo sem mexer mais, para a calda não açucarar. Deixe ferver. Quando a calda ficar bem borbulhante, junte as metades das goiabas. Ferva por 5 minutos, em fogo baixo. Transfira para um recipiente e deixe descansar de um dia para outro. Escorra a calda para a panela e leve ao fogo. Quando levantar fervura, junte as goiabas e deixe ferver novamente por mais 5 minutos.

DOCE DE LEITE
Ingredientes
1 1/2 xícara (chá) de leite
1 kg de açúcar
1 colher (chá) de bicarbonato de sódio

Modo de Fazer
Misture todos os ingredientes numa panela. Leve ao fogo e deixe cozinhar, mexendo de vez em quando. Quando a mistura começar a engrossar, mexa sem parar e deixe cozinhar até que a mistura se desprenda do fundo da panela. Despeje a massa sobre uma superfície lisa untada. Espere esfriar e corte em quadradinhos ou retângulos.
Para o doce cremoso, retire do fogo antes.

BANANADA

Ingredientes
1 kg de açúcar
1 kg de banana prata
1 limão grande

Modo de Fazer:
Descasque as bananas e retire os fios. Faça uma calda grossa com água e o açúcar. Coloque as bananas e leve ao fogo. Quando estiverem moles, tire com uma escumadeira e passe numa peneira bem fina, deixando o tacho no fogo para que a calda tome o ponto de quebrar. Quando estiver nesse ponto, junte as bananas e vá mexendo até obter o ponto de marmelada. Junte o caldo do limão. Coloque em forma rasa de lata ou de madeira e polvilhe com açúcar.

Já se sabe que a cultura alimentar mineira, bem como a local, iniciou na indígena, prioritariamente com o que chamamos de “pão-da-terra”, a mandioca. Manusear a mandioca permitiu descobertas, entre elas a goma. Hoje conhecida como polvilho, ela possibilitou a criação de inúmeras quitandas. Das primeiras experiênEntão as escravas foram fazendo biscoitos em forma de argola, de lua. As sinhás sugerem enfeitas com açúcar por cima, “pintar” com gema de ovo. Temperar com especiarias...

PAMONHAS

Ingredientes
20 espigas de milho
500 g de açúcar
1 litro de leite
500g de queijo-de-Minas ralado
2 colheres (chá) de canela em pó
pitada de sal

Modo de Fazer:
Retire as palhas das espigas, dobre-as e costure seus lados, formando saquinhos. Rale as espigas, molhe com o leite quente e peneire bem. Junte o queijo ralado, o açúcar, sal e a canela. Encha os saquinhos com a massa e amarre com a própria palha do milho. Cozinhe em água fervente. Retire quando as palhas ficarem amarelas.

CANJICADA

Ingredientes
250 g de canjica
400 g de açúcar
2 litros de leite
1 xícara (chá) de amendoim torrado, descascado e moído
1 colher (chá) de canela em pó

Modo de Fazer
De véspera deixe a canjica de molho. Cozinhe a canjica até que fique bem macia. Escorra a água e acrescente o leite e o açúcar. Cozinhe até o leite começar a engrossar, mexendo de vez em quando. Retire do fogo e deixe esfriar. Na hora de servir, misture o amendoim e polvilhe por cima com a canela.

PÃO DE QUEIJO

Ingredientes
1 kg de polvilho azedo
1 ½ copo de leite
1 xícara (chá) de óleo (ou gordura de porco)
2 colheres (sopa) de margarina
2 colheres (sopa) de açúcar
1 colher (sobremesa) de sal
3 ovos
250 g de queijo ralado.

Modo de Fazer
Levar ao fogo a água, leite, óleo (ou gordura de porco), margarina, sal, açúcar, deixar ferver e escaldar o polvilho. Assar bem, juntando os ovos e o queijo ralado. Guardar em saco, ou vasilha tampada. Para fazer os pães, untar as mãos em óleo e fazer bolinhos. Assar em forno quente.
Fonte:Culinária_Veríssimo.doc

BOLO DE MILHO

Ingredientes
5 espigas de milho
2 copos de açúcar
2 ovos
2 colheres de sopa de margarina
2 copos de fubá
1 pacote de coco
1 colher de sopa de fermento em pó
queijo ralado

Modo de Fazer
Bata tudo e asse.

PÉ DE MOLEQUE

Ingredientes
6 xícaras de açúcar
4 xícaras de leite
1 colheres de café de bicarbonato
1 prato de amendoim torrado e moído

Modo de Fazer
Leve tudo ao fogo até ficar consistente.

CAFÉ DE GARAPA
Ingredientes
½ litro de garapa
¼ de litro de água
2 colheres de sopa de café

Modo de Fazer
Ferver a água, garapa e o café. Coar e servir quente.
A proporção entre a garapa e a água pode variar, dependendo da doce da garapa.

BOLO DE FUBÁ
Ingredientes
4 ovos
4 copos de leite
4 copos de fubá
2 copos de açúcar
2 colheres de fermento em pó
1 piréx de queijo ralado
½ copo de óleo (ou gordura de porco)

Modo de Fazer
Bata o açúcar, o óleo e as gemas. Misture os demais ingredientes, menos as claras. Coloque as claras batidas em neve. Asse em fogo médio.

BOLO DE MANDIOCA

Ingredientes
3 xícaras (chá) de açúcar
1 coco pequeno ralado
1 prato raso de mandioca crua ralada
1 colher (sopa) de manteiga
8 ovos
1 prato raso de queijo ralado.

Modo de Fazer
Bater bem os ovos com o açúcar, misturando aos poucos os demais ingredientes. Por em forma untada e assar em forno pré-aquecido.
Fonte:Culinária_Veríssimo.doc

BISCOITO DE POLVILHO

Ingredientes
1 pires de banha derretida
1 colher (café) de erva-doce
1 pires de farinha de trigo coada
1 xícara (chá) de leite
3 ou 4 ovos
2 pratinhos de polvilho azedo
1 colher (café) de sal.

Modo de Fazer
Numa vasilha, desmancha-se o polvilho no leite, desfazendo os caroços. Deixa-se a farinha de milho no leite para amolecer. Misturar no polvilho a banha, a farinha de milho, o sal, a erva-doce e, por último, amassar e juntar 1 a 1 os ovos. Amassar bem. A massa não deve ser muito dura, basta consistência para enrolar. Enrolar os biscoitões e marcar cada um no meio com carretilha. Levar para assar.

BROA DE FUBÁ

Ingredientes
01 xícara (chá) de fubá de milho
01 xícara (chá) de maisena
02 ovos; 02 colheres (sopa) de manteiga ou margarina
01 colher (sopa) de fermento em pó (rasa)
01 xícara (chá) de açúcar
01 pitada de sal.

Modo de Fazer
Misture todos os ingredientes e amasse bem, até ficar uma massa bem consistente. Dê o formato que desejar, coloque em forma untada e leve ao forno quente até ficarem bem assadas.


AMBROSIA"
 Imagem da internet
Ambrosia, o manjar dos deuses do Olimpo, era um doce com divinal sabor, segundo a mitologia grega. Era tão poderoso que se um mortal, a quem era vedado, a comesse, ganharia a imortalidade. Conta a história, que quando os deuses o ofereciam a algum humano, este, ao experimentá-lo, sentia uma sensação de extrema felicidade. O nome Ambrósio, que vem da mesma raiz, significa divino e imortal.
A ambrosia é uma sobremesa tradicional portuguesa. É também o mais antigo doce de Minas Gerais e igualmente muito bom um leite adocicado e perfumado com baunilha. É considerado doce de colher ou doce de compoteira. A sua origem é discutível, sendo citado como sendo tanto de Portugal quanto da Espanha." No Brasil a ambrosia foi introduzida no Brasil pelos portugueses.
AMBROSIA
Ingredientes
1 litro de leite
6 ovos
3 xícaras (chá) de açúcar
2 colheres (sopa) de suco de limão
Cravo e canela em casca
    • Modo de Preparo

  1. Bater no liquidificador os ovos por 2 minutos
  2. Acrescente o leite e bater mais um pouco colocar a mistura em uma panela, acrescente o açúcar e mexa até dissolve-lo bem
  3. Adicionar o cravo e a canela, não mexer mais
  4. Despeje o suco de limão e leve ao fogo baixo sem mexer até que os gromos se formem
  5. Estará pronta quando ficar cor dourada (cerca de 2 horas) em fogo bem baixo
http://www.tudogostoso.com.br

BEBIDAS
Desde os períodos colonial e imperial, o licor de frutas é sinônimo de cortesia. Oferecer uma taça aos visitantes é sempre muito gentil. Por isso, donas de casa, nos séculos passados, faziam muitos licores, especialmente de frutas.
Culinária Verissimo.doc

CAIPIRINHA

Ingredientes
1/2 limão com casca para cada dose de pinga
1 colher (sopa) de açúcar.

Modo de Fazer
Esmagar o limão misturado com o açúcar. Juntar a pinga. Adicionar gelo picado, a gosto. Servir em copinhos.


LICOR DE HORTELÃ – PIMENTA
Ingredientes

4 litros de calda fria
2 litros de aguardente
5 gotas de essência de hortelã ou um punhado de folhas.
Fonte:Culinária_Veríssimo.doc
Modo de Fazer:
Misturar a aguardente com a calda, acrescentar a essência ou as folhas de hortelã. Colocar o licor num garrafão e filtrar no dia seguinte.

LICOR DE JENIPAPO
Ingredientes
1 kg de jenipapo
1 kg de açúcar
1 litro pinga

Modo de Fazer
Tirar a pele do jenipapo e picá-lo em pedacinhos. Deixar em infusão por 8 dias com açúcar e a pinga. Após, coar, filtrar e guardar.

ALUÁ
O aluá é uma bebida típica do norte. Ela existe há muito tempo e para o seu preparo pode ser utilizado milho, raiz de milho, abacaxi e outros. Aluá é uma bebida fermentada, muito simples, mas com uma "ciência". Esta bebida pode ser feita de pão, abacaxi ou até de milho. O aluá tem sua origem indígena. Sua "ciência" é que deve ser preparada em vasilha de barro. Há quem faça em vasilha de vidro ou louça, mas eu faço em um pote de barro, que é guardado só para este fim. Em toda festa junina o aluá é uma tradição no nordeste. Aí vai a receita: Primeiro dia (à noite) - 4 pães francêses ou 10 do tipo carioquinha (adormecidos), picados, colocar no pote com 10 litros de água filtrada. Tampar o pote e deixar assim até o dia seguinte . (É a fermentação). Segundo dia (pela manhã) - Torrar 2 colheres de sopa de cravo. Lavar 2 pedaços de gengibre. Colocar devagar dentro do pote e cobrir novamente. (Temperos). Terceiro dia (pela manhã) - Picar de 6 a 8 rapaduras pretas e colocar no pote. Dar uma mexidinha com uma colher de pau. Quarto dia (pela manhã) - Coar em um pano fino. Verificar o açúcar e colocar na geladeira. Servir com bolo de milho, pamonha ou pé-de-moleque. É uma delícia!
http://anamariabraga.globo.com/home/receitas

ALUÁ DE MILHO
ingredientes
4 litros de água
400g de rapadura
1 1/2 kg de milho
2 colheres de sopa bem cheias de cravo
5 colheres de sopa bem cheias de erva doce
100g de gengibre
300g de pão francês
Açucar a gosto
modo de preparo
Lave os milhos e deixe-os secar.
Torre-os por pouco tempo.
Pique em pedacinhos.
Ponha o milho de molho na água bem antes.
Torre o cravo e a erva doce.
Acrescente o gengibre já lavado e cortado passe no liquidificador e junte a água e a rapadura.
Mexa e cubra.
No dia seguinte, acrescente o pão, mexa com colher de pau e cubra.
No outro dia, a noite, mexa, coloque para gelar e, prove.
Caso não esteja doce adicione mais açúcar.
No último dia, pela manhã, passe pela peneira por duas vezes.
Na terceira vez coloque um pano fino na peneira para tirar todo e qualquer fragmento.

receitasdaculinariaregional.blogspot.com.br